Tags

 

tantra-2comp

 

O Poder das Egregoras –Parte 5
A Manutenção das Egregoras

4. Manutenção

Uma egrégora traz benefícios, mas como tudo na vida, também traz certa carga para sua
manutenção.
Independente de ela ser casual ou intencional, uma egrégora é como qualquer “entidade astral”, i.e.,
necessita de “alimento” para seu sustento (existência) e suporte do propósito de sua criação.
A egrégora se “nutre” basicamente dos elementos que a criou, como qualquer ser vivo, quer dizer,
das emoções, pensamentos e outros materiais “devotados” à sua criação. Está na base instintiva da
natureza, pois tudo que ganha vida luta por mantê-la (lei da sobrevivência). E com a egrégora ocorre
a mesma coisa. Além disso, ela possuirá psicologia, intensidade e personalidade herdada dos
próprios criadores, um amálgama.
A “alimentação” da egrégora ocorre durante os encontros regulares do grupo. E no caso dos grupos
espiritualistas ou iniciáticos, mais especificamente em seu ritual e/ou cerimonial regular. Funciona
como uma recarga que é retirada dos membros, aos oficiais e sendo canalizada destes ao líder do
grupo à egrégora.
Nesse momento, novos pedidos e objetivos podem ser imputados à egrégora.
No final de um período previamente combinado, os oficiais de tais grupos devem revezar seus
cargos. Essa é uma contramedida de segurança importante para que a egrégora não se vicie

Anúncios