Tags

, , , ,

shakyamuni2008a

O Budismo Tibetano também é chamado de Vajrayana, que significa Veículo do Diamante. É veículo num sentido que ele te leva para iluminação, então é um preciso veículo para a iluminação.

O Budismo Tibetano também é chamado de Budismo Esotérico. Ele possui muitos elementos esotéricos que temos no esoterismo ocidental como é o caso de visualizações, viagem astral, astrologia, mantras, mandala, hipnose, mediunidade, iniciação e práticas secretas.

Apesar de existirem as mesmas práticas esotéricas no Tibet e no ocidente, o Tibet possui suas próprias visualizações, astrologia e mantras, diferentes das visualizações, astrologia e mantras do ocidente.

A astrologia, a viagem astral e a mediunidade são práticas espirituais que faziam parte da religião Bon, a principal religião no Tibet antes da entrada do Budismo no país. Essas práticas foram absorvidas pelo Budismo Tibetano que, na minha opinião, ficou muito melhor.

40b3d2c60d3f6f8ff08dd017c874fcc5

Agora falaremos um pouquinho das práticas do Budismo no Tibet:

1) Oráculo: O oráculo é o médium que incorpora entidades que passam informações.
Lá no Tibet eles são muito rápidos, a entidade vem, fala o que tem que falar e vai embora.
Aqui no ocidente o processo é bem mais demorado.

2) Yôga: O Budismo que penetrou no Tibet é o Budismo Hindu, então o Yoga que é uma pratica Hindu também penetrou no Tibet.

3) Astrologia Oriental: É extremamente usada no Budismo Tibetano. Eles conferem à vida das pessoas, para que elas já saibam o que a vida espera delas e quais serão suas missões.Também vêem a vida passada das pessoas.

Os signos orientais são: Lebre, Dragão, Serpente, Cavalo, Carneiro, Macaco, Ave, Cão, Porco, Rato, Boi, Tigre e Lebre. Cada um respectivo à um ano.

O oráculo e a astrologia muitas vezes se complementam.

b027acab3483b8b6fecd8cb527fa67b1

4) Mantra: O mantra é uma prática espiritual feita com a fala ou o pensamento em uma fala. Por exemplo: a fala do mantra OM MANI PADME HUNG.

Quando falando o mantra tem mais força, mas quando não se pode falá-lo, se pode fazer em pensamento, que apesar de ser mais fraco, o mantra ainda funciona.

O mantra mexe com energias invisíveis para os nossos olhos físicos, e com outras dimensões, já que enxergamos somente o plano tridimensional. Não é possível ver o mantra, mas é possível senti-lo quando estamos praticando.

5) Mandala: Para nossos olhos físicos é apenas uma imagem, mas quando ligada a mente produz energias invisíveis que pode auxiliar as pessoas em diversos processos como limpeza energética, cura, iluminação, resolver problemas e etc.

6) Medicina Budista Tibetana: É a medicina com os princípios Budistas unidos com a Aiuriveda (Medicina Hindu) e com a Medicina Chinesa, muito conhecida aqui no ocidente.
O principio fundamental é do caminho do meio, que é o equilíbrio, pois o desequilíbrio gera doença. Sendo assim a doença nasce da cabeça do ser humano.

Lá eles usam muito ervas, muito mesmo; algumas até desconhecidas para nós ocidentais.

images55

7) Meditação: Existem muito métodos de meditação praticados no Budismo Tibetano.

Um método muito interessante é que eles deitam pelados no gelo em Meditação e o corpo deles aquecem com a Meditação e o gelo em volta deles começa a derreter.

Na revista Época de abril de 2006, na Matéria da capa diz que o Dalai-Lama, inclusive tem ajudado a ciência em pesquisas que na meditação pode aumentar a temperatura do corpo em até dez graus.

8) Divindades Meditacionais: Existem no Budismo Tibetano divindades.
No Budismo Tibetano não se vai falar de um Deus criador do universo, mas sim de divindades, que são seres iluminados.
As divindades são utilizadas em visualizações com mandalas ou mantras para conseguir trabalhar suas próprias emoções, dominar a própria mente, adquirir sabedoria e compaixão. Essas divindades são chamadas de Yidams.

Para fazer a maioria da pratica com Yidams precisa receber a iniciação, tanto nas visualizações como mantras.

9) Viagem Astral: É a viagem fora do corpo físico, onde com meditação ou com a mandala o ser consegue sair fora do seu corpo físico e ir para diversos lugares.

10) Técnicas Secretas: Existe no Budismo Tibetano técnicas que são secretas e só um numero pequeno de pessoas as aprendem.

O próprio Dalai-Lama já expôs que existe de fato conhecimento secreto, mas não diz que conhecimento é este.

rime-thangka

Ensinamentos

Além destas práticas, o Budismo Tibetano conta com ensinos Budistas como As Quatro Nobres VerdadesO Nobre Caminho Óctuplo, Karma, Dharma, Renascimento em outras Vidas, Temporalidade, Desprendimento, Insatisfação ou Sofrimento e algumas outras de menor importância.

Budismo Tibetano no Brasil

O Budismo Tibetano dos templos aqui no Brasil não possui as práticas que no Tibete tem, não existem as praticas secretas. Aqui existem as Divindades Meditacionais, meditações, tem Yoga, mandalas, mantras e outras coisas que falamos.

O Budismo do Tibet se unifica com outras crenças.

No Budismo não se fala em Deus e nem em Deus interno. Eles aceitam outras crenças para se completar.

No Brasil o Budismo está crescendo de forma fechada, sem se completar com outras crenças. Existem textos que os autores criticam quem acredita em um Deus criador de tudo, dizendo que isto não é possível.

Buddha 001

Os Lamas

No Budismo Tibetano existem os Lamas, sacerdotes religiosos. Acredita-se que a alma de Sidarta Gautama, o Buda, tenha se dividido em milhares partes, e essas partes reencarnam como Lamas para propagar e ensinar o Budismo.

NocesCos

Acredito que este seja um erro, pois foi revelado através de um oráculo na manifestação de um Buda (um ser iluminado) que diz o que eu penso e o que eu faço sem que eu lhe conte, que Sidarta Gautama, o Buda, não se dividiu em milhares de seres, mas que tudo existe dentro de nós, e eles tem características que o Sidarta Gautama tinha. O próprio Dalai-Lama, que como o nome já diz é um Lama, diz que não tem iluminação suficiente para se tornar um Buda (Informação da revista Época de abril de 2006, matéria da capa).Existe ainda a idéia de Lamaísmo, dos ensinamentos dos Lamas.

Anúncios