Tags

, , , , , , , , , ,

Na obra Os Exilados da Capela, de Edgard Armond, lançado em 1949, o escritor espírita defende que na órbita de uma constelação denominada Cocheiro, mais precisamente na estrela de Capella, desenvolveu-se uma complexa e avançada civilização, seja no aspecto moral ou no intelectual.

Uma parte de seus habitantes, porém, não conseguiu acompanhar esta evolução do Planeta e, assim, seus espíritos foram exilados para a Terra há aproximadamente cinco mil anos, na época em que o globo terrestre era habitado somente por povos primitivos. A vinda destes seres altamente desenvolvidos impulsionou o progresso da Humanidade.

Os exilados, que segundo algumas correntes espíritas provinham de Capela, eram moralmente atrasados, mas detinham um saber científico inigualável, principalmente nas esferas da matemática, da astronomia, da arquitetura, das atividades agrícolas e da navegação.

No livro A Caminho da Luz, de 1938, o espírito Emmanuel, mentor do mestre espiritual Francisco Cândido Xavier, também expõe sua visão sobre os Exilados da Capela ao narrar a História da Civilização Humana sob o ponto de vista espírita. Aí, resumidamente, mas de forma densa, o autor também afirma que seres espiritualmente revoltosos teriam sido expulsos de sua morada e renascido na Terra, o que nos lembra o mito do Paraíso Perdido, cultivado pela humanidade.

Como eles representavam um obstáculo ao desenvolvimento moral de Capela, foram temporariamente enviados ao campo terrestre para evoluírem espiritualmente enquanto zelavam pela evolução material e moral dos primitivos que aí habitavam. Porque, afinal, eles foram levados justamente para a Terra? Por uma simples razão: eles cultivavam um padrão evolutivo que condizia com a atmosfera terrena, ou seja, muito atrasado.

549685_447974575247623_320781401_n

Neste mundo primitivo eles aprimorariam seus espíritos através da dor e do sofrimento, especialmente no contato com a labuta árdua em uma atmosfera selvagem; só assim teriam condições de realizar as imprescindíveis aquisições dos sentimentos elevados. Pagariam, é claro, um alto preço, pois as lembranças intuitivas de um passado glorioso em um paraíso distante contrastavam com a realidade de uma esfera muito inferior a sua capacidade intelectual.

Como os espíritos advindos de Capela reencarnaram na Terra a partir dos corpos dos primitivos que aí se encontravam? Afirma Emmanuel que na Espiritualidade os responsáveis pelas operações genéticas realizaram um aperfeiçoamento nos genes dos selvagens para que eles tivessem condições de gerar corpos mais elaborados, aptos a abrigar as essências espirituais dos capelinos. Desta forma foi lapidado o aparato biológico dos seres humanos.

the_pyramid_city_of_kaiser_iv_by_nethskie-d4paoi5

Boa parte dos exilados de Capela se fixou na Ásia, a partir de onde cruzaram o canal de Suez na direção do continente africano, indo para o Egito e também para a mítica Atlântida. Na América é possível se deparar com traços desta extinta região continental, da qual se contam tantas histórias. Os capelinos constituíram, então, os principais grupos humanos: os árias, os egípcios, os israelitas e as castas indianas.

Fonte: https://revolucaodosindigos.wordpress.com/category/livros/page/2/

tumblr_nbjt86wjZt1tq0l48o1_500

Muito Obrigado a Você Por Ter Visitado o Meu Blog
Namastê , Paz , Amor Universal, Equilibrio
e Lembre-se do Caminho do Meio (Buda).

https://radionovaerabrasilia.wordpress.com

Anúncios