Tags

, , , , , , , , , , , , , ,

Série de entrevistas com Joseph Campbell(1904-1987), famoso mitólogo norte-americano. Seus estudos independentes levaram-no a uma análise profunda das ideias dos psicólogos Carl Jung e de Sigmund Freud. Altamente influenciado pela psicanálise Jungiana, Campbell escreveu em 1949, o livro “The Hero with a Thousand Faces“(O Herói de Mil Faces), que eu recomendo a todos que gostam de mitologia e querem entender como ela está intimamente relacionada com a os padrões da mente humana.

Essas entrevistas contém, de maneira resumida, boa parte do trabalho e mensagem de Campbell, onde ele nos mostra as conexões entre as diversas religiões mundo a fora, e busca compreender o porque de haver tantos mitos, e também o motivo pelo qual existem padrões que se repetem em diversas culturas, que até onde sabemos, jamais entraram em contato umas com as outras. Os motivos no caso, são nossos processos psicológicos e sentimentos que só podem ser transmitidos através de estórias. Determinadas conclusões podemos chegar apenas por experiência própria, os outros podem apenas nos indicar o caminho, você que precisa percorrer.

“The Doors of The Mind”
Nas fotos da imagem são:
Sigmund Freud e Carl Jung

Mitos nos mostram partes de nós mesmos, são indicadores do funcionamento da dinâmica da mente humana, é a interação entre os diversos aspectos inconscientes e arquétipos da psique (mente) humana, ou seja, as forças que operam em nosso mundo interior.
Na visão de Campbell os mitos não devem ser usados por instituições religiosas para manter as pessoas limitadas em um sistema de crenças especifico, devem ser usados como pistas que possam ajudar as pessoas a chegarem na experiência direta do “divino”(Gnose), aquilo que transcende o que é superficial. Como diria Bruce Lee, “é como um dedo apontando para o céu, não se concentre no dedo, ou você vai perder toda a glória celestial“. As pessoas tem a tendencia de focar nos símbolos em si, e muitas vezes acabam por esquecer que seus significados são o que realmente importam. Por isso que algo que todas culturas que prezam pelo desenvolvimento humano falam sobre ter a coragem de ser um herói na vida cotidiana, enfrentar os monstros de sua mente, de olhar para dentro de si e não ter medo do que você pode encontrar, pois nas próprias palavras de Campbell:

“Deuses reprimidos se transformam em demônios, e geralmente são esses demônios que encontramos primeiro quando voltamos a olhar para dentro.”

https://i1.wp.com/iradex.net/wp-content/uploads/2014/06/O_Poder_do_Mito-450x629.jpg

— Joseph Campbell

As entrevistas de O Poder do Mito são divididas em 6 temas e um extra:

  1. A Saga do Herói
  2. A Mensagem do Mito
  3. Os Primeiros contadores de Histórias
  4. Sacrifício e Felicidade
  5. O Amor e a Deusa
  6. Máscara da Eternidade
  7. Entrevista com George Lucas (criador da saga Stars Wars)

Episódio 1

Muito antes dos cavaleiros medievais se encarregarem de matar dragões, os contos de aventuras heroicas já faziam parte de todas as culturas mundiais. Campbell nos desafia a ver a presença de uma jornada heroica em nossas vidas e destaca a importância da imaginação em nossa existência.

Episódio 2

Campbell analisa o que é o mito em si e para que serve. Também compara a história da criação do Gênesis bíblico com as histórias de criação no mundo de outras culturas. Por causa das constantes mudanças mundiais, a religião deve ser transformada e novas mitologias devem ser criadas. Hoje em dia, as pessoas se apegam a mitos que não lhes têm serventia alguma.

Episódio 3
Campbell discute o papel do ritual de passagem nas sociedades primitivas, o papel dos Xamãs místicos e o declínio do ritual na sociedade atual.
Episódio 4
Campbell discute o papel do sacrifício no mito, que simboliza a necessidade do renascimento. Ele enfatiza a necessidade de cada um encontrar o seu lugar sagrado neste mundo tecnológico e acelerado.
Episódio 5

Campbell fala sobre o amor romântico, começando pelos trovadores do século 12 e o conto sobre Tristão e Isolda. Também questiona a imagem da mulher que, no tempo “pagão” era adorada como deusa, mas com o monoteísmo sua função e imagem mudaram drasticamente.


Episódio 6

Campbell proporciona visões interessantes sobre os conceitos de Deus, religião e eternidade, como foram revelados nos ensinamentos cristãos e nas crenças dos budistas, dos índios Navajo, Schopenhauer, Jung e outros. Foi sua última entrevista. Semana depois, Campbell vem a falecer.

Extra
Entrevista com George Lucas

Sétima e ultima parte do documentário, adicionada em uma edição feita alguns anos após a morte de Campbell, onde George Lucas fala sobre a influencia de Campbell em sua vida e na criação da história de Star Wars. “A importância do que Campbell diz é notada quando, diante seus ensinamentos, perguntamos a nós mesmos: por que estou escrevendo essa história? O que faz ela valer a pena ser escrita e lida? O que faz dela especial? O que ela tem para a humanidade? E apenas encontramos respostas para essas perguntas quando olhamos para nós mesmos e descobrimos nosso papel nesse mundo como artistas. E para isso, precisamos encontrar nosso lugar na própria humanidade.”

34xrfpf

Muito Obrigado a Você Por Ter Visitado o Meu Blog
Namastê , Paz , Amor Universal e Equilíbrio.

E Lembre-se do Caminho do Meio ( Buda )

https://radionovaerabrasilia.wordpress.com/

Anúncios